segunda-feira, 3 de março de 2008

Jardim da Serra

Míriam Santini de Abreu

Quem amar mais?

Essas mulheres que colhem e saboreiam
uvas

Mas o que também amar?

a delicada Santa da Pedra e da Concha, com o
manto branco manchado de azul;
a parreira carregada, frutuosa, e aquele gesto da
mão, vacilante na colheita;
a pastora em sua infindável labutação;
as ripinhas empilhadas, braseiro ardente no fogão a lenha, calor de
inverno;
a concha lascada, ferrugem de umidade;
o anão manhoso, desejoso de
virar um Saci.

Ah, que santo amor tenho eu por esse Jardim!


video

Crédito: Periodistas Pobres & Nojentas

Um comentário:

Anônimo disse...

Miri eu vi o lindo jardim da tia Cide,cheguei a me emocionar vendo a tia comendo uva e a tia Cide,deitadinha o jardim continua o mesmo.E a gruta bela como sempre.Beijos Laura